novembro, 2015 Archive

Imersivo

Entrei Em 10 Lojas e Provei 20 Looks Femininos

Dez lojas, vinte looks femininos e nenhuma vergonha na cara. Afinal, como disse o cantor americano Iggy Pop, “Eu não tenho vergonha de me vestir como mulher, porque não acho vergonhoso ser mulher”. Continue Reading

Read more

Cidade, Vídeo

Sexualidade

Clube do Carimbo: Quem É o Culpado Pelo Contágio?

Há alguns meses uma notícia bombástica alarmou a comunidade gay, os amigos héteros e grande parte das famílias brasileiras, entre tias, mães, pais, tios, vovós, vovôs e até os vizinhos, é claro. Uma matéria do Estadão citou o“Clube do Carimbo”, homossexuais que infectam propositalmente os seus parceiros sexuais com o vírus HIV e propagam na internet dicas de como fazer isso. Continue Reading

Read more

Imersivo, Noite

Fiz Um Freela Como Dançarino de Uma Drag Queen Por Uma Noite

O meu professor particular de inglês é drag queen. Isso não é segredo para ninguém: ele tem uma vida aberta e se orgulha disso. Quando o conheci, ele era apenas o Gui Terreri, mas, depois de uns meses, ele tirou a Rita von Hunty de dentro de um armário bem colorido e anunciou isso para os alunos, amigos e também para o mundo. No Facebook, ele tinha dois perfis: um dele garoto e outro como Rita. Pena que rolou uma treta, e o Mark Zuckerberg obrigou todo mundo, para o desespero das drags e dos transgêneros, a usar apenas o que a rede social considera como um “nome real”. Meses depois, pediu desculpas aos usuários, mas a parada já estava feita: vários perfis foram deletados e outros tiveram os nomes alterados. Continue Reading

Read more

Imersivo

Dez Alegrias e 10 Dramas de Se Morar Sozinho

Morar sozinho é o sonho de muitas pessoas e, como tudo neste mundo, tem o seu lado positivo e negativo. Ou seja, alegrias e dramas, porque as vezes o roteirista da nossa vida resolve deixar tudo mais emocionante. Continue Reading

Read more

Imersivo, Noite, Sexualidade

Troquei Uma Ideia Com Quatro Garotas de Programa do Baixo Augusta

Segunda-feira, 23h45, eu na rua apalpando os bolsos da calça e conferindo se havia pegado tudo: celular (velho, não tem gravador e tira péssimas fotos), bloquinho de notas, uma caneta e R$ 35,00 amassados dentro da carteira. Era isso o que eu precisava para conversar com algumas garotas de programa da região do Baixo Augusta. Continue Reading

Read more

Imersivo, Sexualidade

Procurei a Cura Gay Na Igreja Universal do Reino de Deus

Vamos combinar, ser gay não é fácil! Principalmente para quem não dispõe de recursos financeiros. O gay rico pode andar despreocupado preso no seu carro blindado ao invés de se expor no transporte público. Pode também frequentar lugares onde é cool ser veado (esqueçam o “pequeno” incidente da lampadada na Avenida Paulista) e ainda ter o privilégio de ser o melhor amigo, quase um bicho de estimação, de uma mulher moderna. Dizem que fica até mais fácil conseguir emprego na área de moda ou de criação se você for afetado. “Quanto mais gay, mais criativo e bem relacionado, eu gosto desta gente efusiva trabalhando para mim”, me disse uma vez o diretor de criação de uma agência de publicidade que figura na lista das dez mais premiadas do Brasil. Continue Reading

Read more

Imersivo, Sexualidade

“Os Homens de Hoje Em Dia Tão Tudo Gay”

A Jane faz a limpeza semanal aqui em casa e costuma chegar cedo, quase sempre me acordando quando começa a falar no celular com suas amigas antes mesmo de ligar o aspirador de pó. Confesso que fico confuso por ela falar usando um fone de ouvido, pois nunca sei quando ela está conversando comigo, cantando uma música ou realmente falando no celular. Em um dos dias em que acordei atrasado para o trabalho, fui despertado pela frase: “Os homens de hoje em dia tão tudo gay”. Eu me espreguicei, levantei da cama e desci as escadas enquanto ela desligava o telefone sem graça: Continue Reading

Read more

Realizei Meu Fetiche – Fazer Um Freela Como Garoto de Programa

Eu tinha uns 15 anos quando assisti ao filme Garotos de Programa, do cineasta Gus Van Sant, estrelado pelos atores Keanu Reeves e River Phoenix em 1991. Essa foi a primeira vez que um assunto chamou minha atenção: a vida de garotos de programa. Não sei muito bem se foi o enredo, a direção, a trilha sonora, a excentricidade dos personagens ou meu lado puto mesmo, mas sei que enquanto meus amigos queriam ser O Exterminador do Futuro, eu já almejava uma vida com sexo, psicotrópicos e festas.

abca
Continue Reading

Read more

Ficção?¿

Guia de Sobrevivência Contra Um Ataque Zumbi

Eu não tenho um plano caso haja um terremoto, maremoto, chuva de meteóros, dilúvio ou invasão alienígena, mas elaborei um Guia de Sobrevivência Contra Um Ataque Zumbi. Continue Reading

Read more