Agora a Angélica vai de táxi e ainda pode pagar no crédito ou débito na cidade de São Paulo. E você também!

O artigo 1º da portaria sobre os cartões, que entra em vigor hoje, dia 5 de abril de 2016, diz que “É obrigatório ao taxista disponibilizar meios de pagamento eletrônicos ao passageiro, como mais uma opção de pagamento do valor do serviço prestado de transporte individual remunerado de passageiros, em veículos de aluguel, providos de taxímetro”.

O taxista que descumprir a portaria pode ficar sujeito a aplicação de penalidades previstas na lei 10.308, de 1987, que regula a fiscalização dos taxistas. A medida foi adotada, segundo a portaria, levando em consideração que a maioria dos passageiros usa regularmente cartões de crédito ou débito. E se existe a fácil oferta de se conseguir tal equipamento para os comerciantes (no caso, os taxistas) a medida deve ser adotada obrigatoriamente.

Por outro lado, os taxistas reclamam das altas taxas cobradas pelas companhias de cartões. Segundo Antônio Matias, presidente do Sindicato dos Motoristas nas Empresas de Táxi no Estado de São Paulo, “Cabe a nós, dos sindicatos, negociarmos com os bancos e diminuir essa taxa. Centralizar tudo isso num local para diminuir essas taxas e até dar de graça pro taxista, porque vamos ajudar a movimentar o mercado e girar esse capital interno“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *