Morar sozinho é o sonho de muitas pessoas e, como tudo neste mundo, tem o seu lado positivo e negativo. Ou seja, alegrias e dramas, porque as vezes o roteirista da nossa vida resolve deixar tudo mais emocionante.

Logo que eu vim morar em São Paulo fui parar num apartamento da rua Augusta que um amigo de um conhecido meu (aquelas histórias que não precisam fazer muito sentido) havia me indicado. Com pouca grana e vontade de morar na cidade que promete nos entreter mesmo nas noites de insônia, fui dividir apartamento com pessoas até então desconhecidas. A “entrevista” foi algo bem simples e feita com os dois moradores que já residiam no apartamento e também precisavam rachar as contas:

– Qual o seu nome? Felippe.
– Você estuda ou trabalha? Sim, ambos.
– Você conhece o Fulano e veio por indicação dele, né?  Isso.
O valor por mês é R$ xYz para cada um. Tudo bem. (era quase o meu salário inteiro do estágio).
– Então tá ótimo! Quer conhecer o seu quarto? Quero.

E foi assim que eu passei a escrever o meu próprio endereço, e não o da casa dos meus pais, nos formulários e isso me trazia um certo orgulho. E também a lavar a louça dos outros quando eu queria ver a pia da cozinha limpa. É claro que também já tive as minhas roupas estendidas no varal quando eu o esquecia de fazer, afinal, a colaboratividade faz parte do dia a dia de quem convive em grupo. Um pacote de bolacha recheada que some da sua dispensa é recompensado pelo requeijão alheio encontrado num cantinho da geladeira, deixando a sua torrada mais feliz e menos seca.

pessoas-e-suas-diferencas

Morar com pessoas de diferentes personalidades é um aprendizado de vida! E quando elas não fazem parte da sua família, é preciso ter jogo de cintura e uma dose extra de bom humor. Eu, que sempre gostei de festas, as vezes ficava incomodado quando acontecia alguma na minha casa e eu não podia participar, seja por ter que acordar cedo no dia seguinte ou simplesmente por não ter sido convidado. Sim, também acontece de cada um dos moradores ter a sua turma específica de amigos. Até hoje me lembro de uma terça-feira, às 2 da manhã, e o som rolando alto naquele apartamento da Rua Augusta. Os convidados gritavam, bebiam, gargalhavam e dançavam sem que eu pudesse fazer nada enquanto tentava dormir. Foi aí que tive a ideia de sair pelado do meu quarto com a desculpa de pegar um copo de água na geladeira, afinal, eu não queria parecer mal educado ao expulsar todos de casa. E deu certo, em 5 minutos a galera foi embora e eu pude voltar a dormir tranquilamente. Não sei se eu poderia citar os nomes deles aqui, mas dividir um apartamento com a Maíra e o Cássio foi uma experiência ótima na minha vida.

Depois disso eu viajei, morei com outras pessoas, voltei para a casa dos meus pais e até fiquei casado durante cinco anos. Atualmente moro sozinho (sempre que falo isso, lembro daquela tia que diz: “Sozinho não! Você mora com Deus!”) e pude fazer a lista abaixo sobre esta atual fase:

DRAMAS

1- Acordar no meio da noite após um pesadelo ou ouvir um barulho estranho e não ter a quem recorrer ou abraçar.

2- Colocar uma roupa pra sair num primeiro encontro e ninguém te avisar que você esqueceu de passar perfume ou está usando uma meia de cada cor.

3- Assistir um filme e não ter para quem perguntar: “Você entendeu esta parte?”.

4- A casa estar uma completa bagunça e ter a certeza de que você é o único culpado por isso.

5- Cozinhar apenas para si mesmo é muito chato, afinal, ninguém faz meia xícara de arroz ou compra 1 único bife.

6- Ir tomar banho e esquecer de levar a toalha. Xiiii… vai passar frio enquanto a busca e depois ainda terá que passar pano pela casa toda.

7- Chegar em casa tarde depois de um longo dia de trabalho e ter a certeza de que o jantar será um miojo feito por você mesmo ou uma pizza do delivery. Aliás, morando sozinho, não tem nem com quem tirar par ou ímpar pra ver quem irá buscar a pizza quando o entregador chegar.

8- A gente leva anos tentando sair da casa dos pais e, quando consegue, percebe que sentirá saudade deles para sempre.

9- Chegar bêbado em casa e mal conseguir abrir a porta. E nem adianta tocar a campainha, porque não vai ter ninguém para abrir a porta para você.

10-  Sem contar o fato de não ter com quem dividir as contas de telefone, internet, gás, TV a cabo, faxina, etc.

ALEGRIAS

1- Já vamos começar com a boa notícia: você vai poder transar no dia que quiser, quando preferir, quantas vezes desejar e em todos os cômodos do lar, doce lar, afinal, a casa é só sua!

2- A partir do momento em que você entrar pela porta, poderá deixar todas as suas coisas espalhadas: tênis, mochila, casaco… e ninguém poderá reclamar, a não ser você mesmo quando precisar recolher cada peça tudo de novo.

3- Você pode fazer festas todos os dias e sempre que alguém cogitar fazer um esquenta pré balada, é só dizer: “Eu sugiro que seja na minha casa, podem levar bebidas a vontade que a diversão está garantida.”

4- Ficou com fome durante a madrugada? Ninguém irá te achar louco por querer assar um peixe às 3 da manhã, afinal, você mora sozinho.

5- Toda e qualquer regra do lar será feita por você, sendo o único responsável pela bagunça ou organização. É como ser o rei do próprio universo e enfrentar sozinho as batalhas e vitórias.

6- Ter o direito de curtir um mau humor, introspecção ou o simples fato de querer ficar sozinho naqueles momentos de autismo seletivo.

7- Poder cantar uma ópera ou funk embaixo do chuveiro sem se importar com possíveis julgamentos.

8- Ter a possibilidade de adotar um cachorro, gato, cracatua, pato, hamster, coelho ou qualquer outro animal de estimação sem que o seu possível roommate se declare alérgico.

9- Chegar em casa às 8 da manhã acompanhado de 2 anões, um trio elétrico, uma prostituta albina, um mico leão dourado, três políticos, duas freiras e uma girafa… e, mesmo assim, não precisar dar explicações para ninguém.

10- Desfrutar da licença poética de andar pelado pela casa não tem preço! Fim.

74 Responses to Dez Alegrias e 10 Dramas de Se Morar Sozinho

  1. Stephanie disse:

    Um dos piores dramas de morar sozinha é a comida não surgir na geladeira sozinha,abrir o armário e lembrar que você tinha que ter passado no mercado…

  2. Kleber Langkammer disse:

    Sair da casa dos pais é uma conquista e um grande fomento para o desenvolvimento do adulto e ter essa experiência de vida é maravilhoso afinal as alegrias nide morar sozinho compensam os drama. Morar em cima de um boteco então é sensacional! Morei 6 anos sem máquina de lavar e esse é um drama que não desejo a ninguém kkkkk

  3. Nádia disse:

    O péssimo de morar sozinho também é quando no trabalho as coisas não vão tão bem e pra piorar você não ter alguém pra contar. A solidão é um sentimento que machuca demais.

  4. Daniella disse:

    O auge de andar pelada pela casa é o maior e melhor prêmio de morar sozinha.

  5. Michelle disse:

    Outro drama é você ficar super doente, aquela febre danada, corpo inteiro doendo e não ter ninguém para fazer algo para comer ou mesmo levar o remédio na cama!

  6. Igor Couto disse:

    Pior parte de morar sozinho é que ela sempre vai estar bagunçada. Aí vc marca uma transa e tem que sair desesperado arrumando tudo, tomar banho, estar apresentável, tudo em 10 min. Nessa hora cadê alguém pra te ajudar?
    A melhor é poder dizer com todas as forças “foda-se quem paga as contas sou eu”!

    • Kaleb disse:

      Quem nunca passou por isso? Ter que arrumar a casa em 10 min quando se geralmente leva-se 3 horas? Hahaha. Sempre acontece. Principalmente quando os pais estão vindo visitar você “pra ver se tá tudo bem”.

  7. Heloa disse:

    Ah, amo morar sozinha. Dividi ap e tive experiencias bizarras e desagradáveis. Mas recomendaria a todas as pessoas: Dividir um lugar, e depois experimentar morar sozinho.
    É tipo casamento. Melhor que casamento, pq é casamento de você com você mesma.
    E, assim como em todo casamento, tem as tretas: A de lavar louça, de cozinhar, de ir no mercado. Resumo a parte chata de morar sozinha nessas 3 tretas malignas pq minha preguiça às vezes impera! hahah

  8. Auriane disse:

    Outra coisa que eu acho que uma das melhores: Depois de um dia de cão você pode voltar pra casa e tudo fica pra trás. Sem ninguém pra te encher o saco, a TV só sua ou a paz da sua cama e do seu gatinho.
    Uma das piores coisas: ficar doente, achar que vai morrer e só vão encontrar seu corpo depois que tiver apodrecido.

    • NILZA disse:

      Moro só a tempos e acho ótimo, mas quando fico doente é horrível.

    • Thais disse:

      Verdade..Já pensei nisso quando fiquei doente rssss

    • maylda disse:

      Kkkkk morta cm achar seu corpo depois de apodrecido kkkk dramou legal kkkk mas eu ja pensei nisso … Eu quamdo adoeço encho de agua uma vasilha enorme e outra de comida pros meus cachorros dai penso..ate alguem me achar eles vao fica bem kkkkk isso foi so uma vez kkkkkkk

    • Roger disse:

      Kkkk isso sempre acontece comigo. Pensei que eu fosse o único! Mas morar sozinho está sendo a melhor fase da minha vida. Entre tantos prós e contra, os prós ainda prevalecem.

    • Leandro disse:

      Meu deus!
      Só eu achava que tinha essa paranóia de morrer e encontrarem meu corpo apodrecido depois de dias fedendo.
      Me abraça,por favor!rs

    • Miruan disse:

      Kkkkkkkk no melhor e no pior penso igual vc!! Kkkk chegar d um dia chato e so ligar a tv e curtir c seu bichano a paz. Porem essa parte d medo d morrer em casa s ninguem saber e perturbadora kkkkkkk

  9. Wiliam Pereira disse:

    Pra mim a pior parte demorar sozinho é ficar doente. Sou chorão mesmo! É muito depressivo não ter ninguém pra cuidar de ti quando está debilitado.

  10. Clara disse:

    A melhor coisa eh ter seu espaço com a sua cara e as suas leis! Tomar as decisões, ter q fazer mudanças em VC mesmo pra conseguir sobreviver kkkk mas depois sentir a paz q VC conquistou! A pior eh ficar doente e não ter um help!

  11. ZENILDA CARDOSO disse:

    Pra mim a pior parte de morar sozinha é a bagunça que faço. Descobri que sou bagunceira depois que me separei. Sou obrigada a partir pra auto bronca! a parte boa é cozinhar qualquer “bicho” sem se preocupar com as criticas.

  12. ZENILDA CARDOSO disse:

    Pra mim a pior parte de morar sozinha é a bagunça que faço. Descobri que sou desorganizada depois que me separei. Sou obrigada a partir pra auto bronca! a parte boa é cozinhar qualquer “bicho” sem se preocupar com as criticas.

  13. Caroline disse:

    Quando bate aquela solidão, é difícil achar alegria que faça recuperar, mas morar sozinho também serve pra aprender a lidar com isso, porque crescer é, de certa forma, compreender que todo mundo tá meio sozinho nesse mundo e que a proteção criada por nossos pais é uma baita ilusão.

  14. Angélica disse:

    A melhor parte de morar sozinha é sim cozinhar a hora q eu quero, tomar banho a hora qe eu quero, arrumar do jeito que eu quero rs e quando eu quero.
    Mais as vezes estar sozinha doi um pouco.

  15. Thais Pinheiro disse:

    Andar pelad@ pela casa é a melhor parte com certeza!

    Na lista de dramas acho que vale acrescentar esquecer de comprar sabonete e tomar banho com shampoo.

  16. Gabrieli Alani disse:

    Minha maior vontade é sair de casa, tenho 20 anos de idade, mas minha mãe é super carente e deprimida.
    É muito errado eu querer construir minha vida sozinha agora?

    • Nana disse:

      Depende… Qual sua relação com a mãe? V6 se são bem? Moro fora para trabalhar, mas voltarei a minha cidade para ficar com minha mãe quando minha irmã for para o doutorado. Temos as nossas desavenças, mas sei que não posso deixar ela só, por que ela sempre cuidou de mim. Se a sua relação com a sua mãe inspira um sentimento de gratidão fique com ela, você terá a vida toda para morar só.

    • Thais Dias disse:

      Te entendo perfeitamente. Minha mãe teve depressão e eu queria sair de casa… Esperei ela melhorar e uns meses depois saí de casa, na boa, pra morar sozinha. Foi a melhor coisa que fiz. Apesar de morar perto dela (cerca de 1km), cada uma respeita o espaço da outra e ficamos com o melhor da relação. Hoje uma amiga mora comigo (temporariamente, há 3 meses), mas confesso que já sinto falta de morar sozinha.

    • Pedro Andrade disse:

      Acho que se você pedir para sair de casa fica um pouco chato, más passar em uma universidade em outro estado seria uma boa para poder sair de casa, fica a dica.

  17. Iran Avelar disse:

    O silêncio qnd se mora só. Muito bom.

  18. Matheus disse:

    Eu faço tudo que eu poderia fazer sozinho porem divido o ap com um amigo meu, somos quase como irmãos, sofro de insonia e de madrugada eu fico fazendo comida e quase sempre fica andando pelado, as vezes a transa no quarto esta muito rotineira então pra sala cozinha e onde tiver espaço, melhor que morar sozinho é morar com alguém que se importe com você e que tem os mesmos gosto e tudo fica mais tranquilo

  19. O ruim é a saudade da família “irmão” da bagunça do fim de semana. Agora o bom mesmo é fazer muito sexo desfrutar de várias maneiras do nosso corpo e dos outros também rsrs sem ter medo de ser feliz.

  20. Cristiane disse:

    O maior drama de quem mora sozinho acredito que seja perder a chave de casa, pois não alguém que tenha uma cópia!

  21. Su disse:

    Tem que incluir nos dramas de se morar sozinha quando aparece uma barata e você não tem a quem recorrer.
    E realmente, sou super adepta do naturismo indoor. Ando pelada em casa, danço, canto… Me sinto livre! 🙂

    • Perola disse:

      Su,a barata esqueceram de falar mesmo, o pior é quando se tem medo e ela é voadora, o nível de adrenalina explode, mas assim mesmo morar sozinha, ser dona da sua vida, NÃO TEM PREÇO!!

    • Andreza disse:

      Um dos medos de morar sozinha.Mas sou uma pesquisadora voraz (na net)rs para resolver esses draminhas Então colocar folhas de louro nos cantos da casa me trouxe a paz que sonhava ter.ADEUS BARATAS.Elas não voltam mesmo.

  22. Thiago disse:

    …só há uma vantagem em morar sozinho, poder ir ao banheiro de porta aberta!

  23. Fatima disse:

    Amo morar sozinha

  24. Carol disse:

    As partes boas são muito maiores que as ruins!

  25. Loriza disse:

    Hoje estou casada, mas cheguei a dividir com amigas nos tempos da faculdade. Depois da experiência parti pra vida in solo. Gente, é outra coisa! A paz que se tem morando sozinha não tem preço. Chegar em casa e não ter ninguém pra encher o saco e não ter ninguém pra deixar a casa um chiqueiro é muito bom. Só vejo duas desvantagens em morar sozinha, não ter ninguém pra dividir as contas e não tem ninguém pra cuidar de você quando ficar doente. Mesmo assim acho que ainda compensa. Eu me dou muito bem comigo mesmo.

  26. Izy disse:

    Outra parte chata de morar sozinha : quando aparece aquela barata voadora no banheiro , quem vc grita pra matar ?! Ninguém , simplesmente interdita o banheiro até a hora que ela decidi sumir ….

  27. Forever alone disse:

    Li isso enquanto cagava nu e de porta aberta pra ouvir a TV da sala. As recompensas são infinitamente maiores.

  28. Beatriz de Biaggi disse:

    Adoro morar sozinha. Não ter que se preocupar com outra pessoa é ótimo. Comer o que quiser, quando quiser, sair e chegar sem dar explicação à ninguém. Ter um banheiro só meu, arrumar a casa quando e se eu quiser, não ter ninguém fazendo barulho quando vou dormir. Só realmente é ruim quando se fica doente, o resto eu amooooooo.

  29. Caroline disse:

    Ótimo texto, me identifiquei!

    Parabéns 😉

  30. Edilene disse:

    Estou passando pela experiência de morar sozinha e curtindo muito, a parte ruim é não ter quem desce com o lixo rsrs mas assim mesmo estou amando.

  31. Augusto Limeira disse:

    Em relação à moradia, já passei por 4 fazes: Morar com os pais, morar com o irmão, morar sozinho e morar em republica. Atualmente estou morando sozinho novamente, e me orgulho muito disso e só tenho 21 anos ein, sendo que a segunda fase foi quando eu tinha 17.

    Na republica, eu morava com mais 5 pessoas, e a pior coisa que tinha era ter que limpar coisas/lugares que você não sujou, mais especificamente o banheiro (a casa tinha 2 banheiros). A melhor coisa é que era barato, uma casa bacana por um preço legal, pois dividíamos todas as contas.

    Me cansei de lá e resolvi levar a minha vida morando sozinho, mesmo que seja um pouco mais caro, mas a liberdade que você tem é a melhor coisa, de verdade. O pior é que você tem que fazer tudo, mas eu sempre sigo o seguinte principio: “Se você não fazer, ninguém vai fazer por você”.

  32. Douglas Palazzi disse:

    Genial! Hoje também vivo alone próximo a praia em Santos City. Falou e disse tudo! Super me identifiquei com tudo! Bacanissimo o texto, parabéns Felippe! Abraço.

  33. Leandro disse:

    Me identifiquei com cada palavra! Perfeitamente ilustrativo o texto!!!

  34. Luziete disse:

    Jeito divertido de retratar a realidade de quem mora sozinho. Há 11 meses moro sozinha, confesso que os prazeres são maiores do que os dias dramáticos! Afinal nada melhor do que privacidade e liberdade…

  35. Néia Nascimento disse:

    Adorei o texto e super me identifiquei, moro sozinha há 5 anos, quando vim pra SP em busca de ser comissária de bordo, sou de Vitória-ES.
    Meu caso já é um pouco mais complicado porque saí de casa escondido do meu pai que não apoiava meu projeto, esperei ele sair pra trabalhar, e poquei pro aeroporto, meu namorado na época me ajudou muito, sem ele eu não teria conseguido.
    Morei meu primeiro ano com uma amiga, troquei de trabalho e tive que trocar de casa tbm, valeu muito a pena tudo, não me arrependo das minhas escolhas, mas eu sei que um dia eu precisarei “voltar pra minha terra”, mesmo porque minha família inteira está lá, enfimmmm.
    Já falei muito!
    P’s.: odeio as baratas no banheiro, ficar doente e ter que me virar, e cozinhar pra mim mesma.

  36. Valter disse:

    Hahahahahahahahahaahahahah o grnade problema eh conseguir a tal transa hahahahahahahahahaahahahah de resto a blz
    Cama ok
    Comida OK

  37. Perola disse:

    alter , kkkkkkkkkkkkk

  38. Camilla disse:

    Já fui casada, separei e voltei a morar com meus pais, o que é impossível! Depois de você ter a sua rotina na sua casa voltar a morar com eles é dificílimo

    Moro sozinha a 1 ano, adoro ter meus horários, comer o que quiser, dormir do jeito que quiser, chorar e rir sem ninguém por perto por Qq besteira… Ver TV e dormir com ela ligada… Adotar meu gato…

    Quando fico doente peço carinho, meus pais moram a 3 quarteirões

  39. Júlio Eduardo Peres disse:

    Um comentário melhor que o outro rindo mto aqui , moro sozinho a mtos anos e no momento minha casa está uma zona no momento kkkkk

  40. Pedro Henrique disse:

    Mano… a 4 e a 9 da categoria de ALEGRIAS São as melhores. De onde você tirou isso?! huahauhauahuahau

  41. Laura disse:

    Olá, o texto está muito bom, tb moro sozinha, só não achei legal a parte que vc cita os anões, muitas vezes nos deixamos levar por estereótipos e esquecemos que anões são pessoas com deficiência e não motivo de chacota.

  42. Clédia Costa disse:

    Hoje sou casada 5 anos,mas quando me separei do 1° casamento ,tive a experiência de morar sozinha. Confesso que sinto falta de multa coisa ,uma delas era das festas com as amigas de quinta à Domingo.Eu saía muito que as vezes passava de 2 semanas fora de casa na casa de amigos,apenas pra zoarmos juntos e como não tinha ninguém me esperando em casa e eu ia ficando ,até lembrar que eu morava sozinha e tinha que voltar,pois à casa estava sozinha,kkkkkkkkkk. E dormir sozinha às vezes me incomodava,pois tinha medo de quase tudo à noite na hora que ia pra cama,qualquer barulho na casa eu dava pequeno ataques do coração,kkkkkkkkk,mas o hábito que eu tenho até hoje é de andar pelada pela casa mesmo depois de casada.Estou aproveitando enquanto não temos filhos ainda,sei que depois isso também irá mudar.Morar foi uma fase boa da minha vida.

  43. Daliany disse:

    A pior parte de morar sozinha é não ter com quem dividir as despesas.

  44. Diná de Macêdo Motta disse:

    Moro sozinha há cinco anos pois prestei concurso para outra cidade e fui convocada.
    Foi meio q compulsório, mas hj vejo o quanto é bom, maravilhoso.
    Me identifiquei com todos os dramas, mas principalmente com as delícias. Nem sei como seria se eu tivesse q dividir a casa com alguém…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *