O brasileiro Yuri Michelato mora em Sydney, na Austrália, há pouco mais de 3 anos. Recentemente, caminhando até o seu trabalho, ele encontrou uma carteira com dinheiro, cartões de crédito e um celular iPhone caídos na calçada.

“Não pensei duas vezes. Cheguei na estação policial e fui recebido com um ‘como podemos ajudar?’.  Eu estava segurando todos os pertences e falei que havia acabado de encontrar aqueles itens na rua. Imediatamente os policiais abriram um sorriso e um deles falou ‘you’re a legend’.

Yuri (foto arquivo pessoal)

Me senti extremamente feliz com o elogio, acabou fazendo o meu dia! E o melhor foi quando perceberam o meu sotaque e perguntaram de qual país eu era. Fiquei muito orgulhoso de dizer que sou brasileiro. Aquilo me trouxe uma felicidade não só pelo elogio, até porque não fiz mais do que a minha obrigação, mas sim por poder fazer o bem. Depois disso, tive um dia extremamente feliz e essa foi a melhor recompensa que eu poderia ter”.

POR QUE COMPARTILHAR ESTA HISTÓRIA?

“Não fez mais do que a obrigação”, esbravejaram algumas pessoas ao lerem este relato. Porém, vale lembrar que o Brasil é um dos países mais corruptos do mundo, não importa o partido político, praticamente todos os parlamentares estão envolvidos em escândalos.

Compartilhar este tipo de história nos faz questionar não só qual teria sido a nossa reação, mas também a incentivar um comportamento de civilidade e honestidade.

Se gentileza gera gentileza, felicidade também gera felicidade. Já parou pra pensar de que maneira você tem buscado a sua? Comece a praticar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *