Estamos em 2017, mas ainda não somos totalmente livres de preconceitos e da violência gratuita. Uma das provas cabais disso é o fato de pessoas homofóbicas ainda não aceitarem que o amor em nada tem nada a ver com o gênero, mas sim, com o coração.


(Jasper Vernes-Sewratan e Ronnie Sewratan-Vernes, o casal agredido)

Mas há esperanças, ainda mais quando homens héteros se unem em defesa dos gays. Como você já deve ter visto, após um casal homossexual ter sido atacado e espancado por jovens entre 14 e dezoito anos na Holanda, na cidade de Arnhem, muitos resolveram se unir e protestar a favor deles.

Quem começou a campanha foi a jornalista Barbara Barend. Ela pediu no Twitter: “Será que todos os homens (heterossexuais e gays) podem, por favor, andar de mãos dadas ao longo desta semana?”.

E foi exatamente isso o que aconteceu. Veja algumas fotos:

A hashtag utilizada é #allemannenhandinhand

Você não precisa fazer parte de um grupo oprimido para lutar a favor dele. Juntos, somos todos mais fortes. Faça a sua parte. O mundo agradece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *