No site do Ministério Público Federal está disponível o relatório Figueiredo, uma investigação que apurou torturas, prisões ilegais, tomadas de terras e assassinatos cruéis contra povos indígenas durante a ditadura militar. Segundo as informações, ao menos 8 mil indígenas foram mortos neste período.

indios-ditadura

O relatório, que supostamente havia sido queimado durante um incêndio no Ministério da Agricultura na década de 80, foi encontrado em 2013 no Museu do Índio, no Rio de Janeiro, praticamente intacto. Com mais de sete mil páginas preservadas, ele narra denúncias de caçadas humanas promovidas com metralhadoras e dinamites atiradas de aviões contra povos de várias tribos. 

Segundo informações do próprio site, a investigação foi feita em 1967, em plena ditadura, a pedido do então ministro do Interior, Albuquerque Lima. Foi apurado que funcionários do próprio Serviço de Proteção ao Índio, que era ligado ao Ministério do Interior, participaram dessas atrocidades junto à latifundiários durante aquela época. Depois disso, foi criada a Fundação Nacional do Índio (Funai).

 

One Response to Ministério Público Federal: “Pelo Menos 8 Mil Índios Foram Mortos Durante A Ditadura”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *