Sim, o título está certo. O governo de São Paulo abriu agora em fevereiro de 2016 a Fábrica de Cultura.

Músicos e cantores podem agendar um horário e terem, em cada sessão, até 4 horas pra deixarem o seu som registrado. Depois, é só levar pra casa e começar a distribuir por aí. E o melhor, é tudo gratuito! 

As Fábricas de Cultura são unidades do Programa da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciadas pela organização social POIESIS. Em 2015 foram distribuídas cerca de 1.200 gravações nas cinco unidades das zonas norte e Sul de São Paulo: Brasilândia, Capão Redondo, Jaçanã, Jardim São Luís e Vila Nova Cachoeirinha. No total, mais de 2 mil pessoas passaram pelos estúdios nesse período, entre músicos, cantores solos, duplas, trios, bandas ou turmas de aprendizes dos cursos. Quer saber mais? Clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *