A data atual é janeiro de 2017, mas o vereador e presidente da Câmara de Vereadores da cidade de São Bernardo do Campo, Pery Cartola (PSDB), parece viver no século passado. Isso por que ele criou e apresentou para a Casa o novo manual de regras de conduta para os funcionários.


(No gif acima, Pery Cartola)

Parece notícia do Sensacionalista, mas é real. Dá uma olhada!

PARA AS MULHERES

– Prefira batom e esmaltes claros, saias na altura do joelho
– Cuidado com babados e rendas; nunca deixe roupas íntimas visíveis
– Decotes e transparências devem ser abolidos
– Não exagere no perfume. Prefira colônias frescas ou lavanda
– Não use saltos altíssimos, bainhas malfeitas, roupas manchadas ou amassadas, muita maquiagem, cabelos despenteados, unhas longas, meias desfiadas, excesso de bijuterias e roupas que marquem as formas

PARA OS HOMENS

– Não use meias claras e branca com trajes escuros. A meia é uma extensão da calça e prolongamento do sapato
– Nada de bermudas, calça caindo e camisa para fora da calça
– Não use perfumes fortes
– Em clima quente, é ideal o uso de camisas sociais de mangas curtas ou compridas que combinem com a calça
– Evite sandálias franciscanas
– Evite gravata de bichinho, de crochê ou frouxa no colarinho
– Barba deve ser feita todos os dias ou aparada regularmente

NO RELACIONAMENTO COM O PÚBLICO

Ao cumprimentar as pessoas:

– Jamais cumprimentar alguém com a mão mole ou tocando somente nas pontas dos dedos. O aperto de mão deve ser firme com três sacudidas.
– A intenção não é estraçalhar a mão da outra pessoa.
– Sorria e olhe nos olhos da pessoa quando a cumprimenta
– Tapinha nas costas e beijinhos devem ser evitados, a menos que haja grande intimidade

Ao usar o telefone:

– Procure atender no máximo até o terceiro toque
– Quando o interlocutor estende demais a conversa, não percebendo que está na hora de desligar, uma saída educada é interromper e dizer que alguém está chamando e que precisa desligar
– Não tussa nem espirre nem assoe o nariz quando estiver ao celular.

Segundo esta matéria aqui da Folha de S. PauloCartola disse que decidiu levar para a Câmara as regras que aprendeu na iniciativa privada como empresário devido ao “desleixo” de alguns funcionários comissionados, que trabalham no gabinete dos vereadores. “Ouvi muita reclamação da falta de conduta e de respeito por parte de alguns comissionados ao atender os munícipes. Aqui é uma casa de respeito”, disse ele.

Será que ele vai se locomover de charrete para a prefeitura? Vamos aguardar para conferir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *