Nunca mexa com um trio de drag queens ou você pode se dar mal, merecidamente. Foi isso o que aconteceu na cidade de Sidney, na Austrália.

Ivan Flinn, de 34 anos, estava andando na Oxford Street quando um grupo homofóbico começou a gritar palavras ofensivas contra ele. Ao tentar argumentar, acabou levando um soco na cara e disse que pensou que iria morrer, pois mesmo após a primeira agressão, os insultos continuaram seguidos de chutes contra ele já caído no chão.


(Ivan fez questão de compartilhar a sua história)

“Eu rezei para que algum herói aparecesse pra me salvar e acabei sendo abençoado por três anjos”, disse Ivan em entrevista a uma rádio australiana.

As drags queens Ivy League, Coco Jumbo e Vybe haviam acabado de sair de uma apresentação numa boate quando ouviram a vítima pedindo por socorro. Ainda com as perucas e saltos altos, elas botaram os agressores pra correr após uma luta corporal que durou poucos (e intensos) segundos.

Luke Waqa, que se apresenta como a drag queen Coco Jumbo, disse que suas habilidades de defesa se devem a “uma infância sofrendo bullying e tendo que revidar”. Além disso, ele já participou da Liga de Rugby na Austrália e isso também lhe serviu como vantagem.


(O trio reunido para uma foto: Ivy League, Coco Jumbo e Vybe)

A polícia ainda investiga o caso e disse que já tem pistas dos agressores. Quanto as drag queens, elas continuam maravilhosas e a vítima passa bem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *